Pintura em Porcelana - Curitiba

Materiais

Os materiais necessários para pintura em porcelana são poucos.

Pincéis

É necessário no mínimo 4 pincéis bem macios de diferentes tamanhos para começar. Um bem fininho para fazer linhas, galhos, etc, Um pequeno achatado, um médio e um grande para pentear. Os pincéis macios são de pelo de animal. Os sintéticos não são aplicáveis à porcelana porque deixam riscos marcados. O pelo de Marta seria o mais recomendado, mas pela escassez do produto pode-se usar o de pelo de esquilo. Lembrando que a qualidade tem a ver com as cores. A sequência de qualidade é preto, bordô, vermelho, amarelo e sem cor. Quanto mais escuros, melhores, Porém, há os azuis, muito bons e os de pelo de Marta vermelhos e sem cor que são os melhores.

Tintas

As tintas recomendadas são em pó, importadas, alguns chamam de dextrina. São diluentes em óleo vegetal. As tintas brasileiras não tem sido bem aceitas porque desbotam no forno, e mesmo as importadas tem que ser testadas porque não podem ser arenosas. Já comprei tintas alemãs e japonesas arenosas, impossíveis de trabalhar. 

(Há ainda as tintas Vitro, à base de água, que deixam um trabalho com cores mais fortes, bom para trabalhos estilizados, em várias marcas, como a Acrilex,  ideal para quem não tem forno industrial, pois pode ser queimada a 150 graus em fogão comum, A desvantagem deste tipo de tinta é a espera de 24 horas para secagem antes de colocar no forno e o trabalho fica mais espesso na porcelana do que a tinta em pó  diluída em óleo vegetal, e ainda a porcelana depois o pode ser usada em lavadoura de louça e micro-ondas. Dúvidas, visitar o site da Acrilex> ENTER )






Óleo

O chamado óleo mole é utilizado para misturar à tinta em pó para deixá-la cremosa. O ponto ideal é cremosa, não aguada, nem seca. Antigamente utilizava-se o óleo de linhaça, Porém hoje, como algumas tintas mudaram sua composição o óleo de linhaça muitas vezes deixa a tinta pegajosa, mas se o artista souber o ponto certo, pode utilizar, pois a linhaça deixa a tinta mais lisa, gostosa de trabalhar, recomenda-se misturar um pouco de óleo mole, meio a meio. Se for utilizar só linhaça, cuidar para não deixar a tinta grossa, pois pode estourar bolhas. O óleo deve ser misturado em gotas, de preferência com conta-gotas, mas na falta do conta-gotas, basta colocar o óleo em uma tampinha e derramar as gotas necessárias sobre a tinta. (Obs: Outros óleos vegetais como o canola, também podem ser utilizados, lembrando que deve ser de boa marca pois não pode ter resíduos ou água na composição.)



Espátulas

Não há uma regra para o tipo de espátula, Ela deve ser fina, flexível, sem defeito. Não há o formato ideal. Alguns preferem em formato de faquinha de manteiga, arredondadas outros preferem triangulares. A espátula serve para misturar o óleo com o pó da tinta. 




Solventes

 Os solventes são pra lavar os pincéis e os materiais em geral. Pode ser aguarrás, ou outro solvente qualquer. O querosene também pode ser utilizado no dia-a-dia, mas semanalmente deve-se lavar os pinceis em solvente para melhor limpeza.



Lápis

É necessário a utilização de lápis próprio para porcelana(Stábilo) para fazer o desenho prévio. Os riscos desaparecerão após a queima. Pode-se utilizar uma folha de carbono também para fazer os desenhos.



Porcelanas

As porcelanas devem ser de primeira, sem buracos ou outros defeitos. Quanto mais branca e translúcida é a porcelana, melhor sua qualidade. 




Forno

Há vários tamanhos de fornos. O forno para porcelana deve ser industrial, daqueles que vão ao menos até 1000 graus. Os fornos vem com um termostato que desliga ao chegar à temperatura escolhida, podendo-se escolher o desligamento automático definitivo, ou intermitente, onde o forno liga e desliga pra manter a temperatura para queima pelo tempo que se quiser. Lembrando que quanto mais tempo a porcelana permanecer no forno quente, mais brilhante ficará. Lembrando ainda que o brilho após a queima depende principalmente da qualidade da tinta. Há tintas que não brilham A porcelana deve ser queimada a uma temperatura de 750 a 800 graus. Após o desligamento do forno não abrir antes de 2 ou 3 horas no verão, no inverno não antes de 4 ou 5 horas para não rachar as peças. O ideal é deixar a tarde toda ou a noite toda a porcelana dentro do forno quente após desligado. Não há necessidade de deixar o forno ligado por mais que uma hora e meia ou duas hora. A queima acontece em uma hora, porém, é necessário que a porcelana esfrie dentro do forno.  Cada forno tem uma maneira diferente de utilizar. O meu forno desliga em meia hora, pois em meia hora atinge 780 graus. Quando quero que as peças fiquem mais brilhantes, deixo o forno ligado no intermitente por 1 hora, é o suficiente para brilharem mais.
 Há fornos que são de voltagem 220 e 110. O meu é 110v. Os tamanhos também variam bastante.


Pinturas

O artista pode pintar o que quiser na sua porcelana, flores, paisagens, até pessoas. Não há regras.





Ouro

O ouro vem líquido, diluído a mais ou menos 10 a 12%.  É bastante caro, de 100 a 150 reais 2 gramas. Ao ser passado na peça ele fica vermelho ou marrom dependendo do tipo de diluente, após queimado fica dourado. Não deve ser passado sobre tinta molhada. Se quiser passar sobre tinta terá que queimar a peça primeiro depois passar o ouro e queimar novamente. Se quiser fazer tudo em uma queima só, pintar o ouro onde não há tinta molhada. Se o ouro secar no vidro, há um diluente próprio para ouro que pode ser misturado para amolecer novamente. Após pingar algumas goras do diluente no ouro, deixar um pouco aberto  antes de fechar o vidro.

OURO


 
                                            ANTES                                               DEPOIS


Dica de site para compras:  www.decalcor.com.br


Estilos

Há vários estilos de pintura em porcelana. Não há uma regra. Cada artista escolhe o que quer pintar. 
A vantagem da pintura artesanal é a personalização. O cliente que encomendar uma peça pode pedir o desenho que quiser.














3 comentários:

  1. Olá, vc dá curso de pintura em porcelana? em caso positivo, quando será o próximo e como posso obter maiores informações?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. acho que te respondi em outro post não me lembro onde. mas em breve estarei retornando as aulas. Tive que trocar de forno e sem forno não tem como ter aula. As peças se perderiam. obrigada por visitar o blog

      Excluir
  2. Bom dia Leila.
    Amei seu blog e Parabéns pelo seu talento.
    As peças são maravilhosas, sonho em aprender !
    Bjus

    ResponderExcluir